Assim como nós, os instrumentos musicais precisam passar por check-ups periódicos para manter sua “saúde” em dia.

Nesse caso, as manutenções garantem que os instrumentos permaneçam com boa sonoridade e tocabilidade.

Quando falamos do violão, uma das manutenções principais é a troca de cordas. Essas precisam ser trocadas de tempos em tempos, principalmente quando sofrem algum tipo de dano.

Você sabe como trocar as cordas do seu violão? A gente te ensina! Continua lendo esse artigo.

Afinal de contas, como eu troco as cordas do meu violão?

Primeiramente, para facilitar essa troca, é preciso que você tenha dois materiais em mãos:
– Alicate;
– Encordoador.

São essas ferramentas que irão facilitar seu trabalho, além de agilizar a missão da troca de cordas! Agora pega o papel e a caneta para anotar o passo a passo:

1.Hora de retirar as cordas antigas! Para isso, solte as tarraxas da mão. Basta girá-las no sentido em que foram colocadas até desenrolá-las completamente. Para agilizar esse processo, lembre-se de utilizar o encordoador;

2.Agora tem que soltar as cordas do cavalete. Aqui você pode usar o alicate para facilitar na hora de retirar os pinos e soltar as cordas. Mas atenção: cuidado para não danificar seu violão com o alicate, hein?
p.s.: se o seu violão é daquele modelo com cordas de nylon que são amarradas no cavalete, então basta desamarrá-las com as mãos!

3.Quer uma dica de amigo? Então lá vai: tire uma a uma das cordas e vá trocando elas aos poucos. Dessa forma você consegue observar como cada uma delas estava enrolada e pode enrolar as cordas novas do jeito certo, evitando de estragar as cordas novas sem nem ter usado;

4.Na hora de substituir as cordas velhas pelas novas, basta fazer todo o processo, mas ao contrário: prenda as cordas por dentro do cavalete novamente (nos orifícios do rastilho). Existem cordas com “bolinhas” ou algum tipo de textura na sua ponta para ajudar na fixação no violão. Se as suas cordas não têm, dê um nó bem apertado nas extremidades e corte as pontinhas que restarem;

5.Por último, mas nunca menos importante (você precisa de muito cuidado nessa etapa, aliás): é hora de enrolar as novas cordas nas tarraxas. Siga o padrão de enrolamento das antigas cordas (por isso da importância da troca ser feita corda por corda). Não esqueça de usar novamente o encordoador.

Se você notou que seu violão está com som desafinado, cordas soltas, enferrujadas ou quebradas, é hora de trocar as cordas.

Precisou dos materiais para ter seu instrumento novinho em folha? Vem para a Alfibras.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You May Also Like